---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

UPA 24 Horas

Publicado em 05/10/2016 às 13:36 - Atualizado em 30/04/2018 às 17:09

HISTORICO DA UPA

Em 2009 o Governo Federal lançou, por meio de portaria ministerial,  as Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, visando melhorar e ampliar o acesso aos serviços de saúde, considerando as dificuldades relacionadas aos serviços de urgência e emergência. Algumas regras eram estabelecidas para a adesão dos municípios a este serviço, dentre elas os municípios deveriam apresentar entre 50.000 e 100.000 habitantes.

Diante desta regra identificou-se que nenhum município do meio oeste de Santa Catarina seria contemplado por não apresentarem tal população, o que resultaria num vazio assistencial.  No entanto, a união de todos os municípios fez com que tal serviço fosse possível. Entre lideres governamentais dos treze municípios que compõe a região administrativa da AMMOC decidiu-se que o município sede seria Herval d’ Oeste. Após tal decisão deu-se inicio ao processo junto ao Ministério da Saúde, o qual tendo sido aprovado e liberado, o município empenhou-se na realização da obra.

Durante o período de construção, algumas medidas foram tomadas pelo Governo Federal, dentre elas a publicação do Decreto 7.508 de 28 de junho de 2011. Este decreto trouxe avanços para a saúde, pois regulamentou a lei n. 8080/1990, organizando as ações do SUS. Dentre todos os aspectos relevantes do decreto, tem-se a instituição de redes de assistência à saúde, que visa compor um conjunto de ações e serviços de saúde articulados em níveis de complexidade crescente, com a finalidade de garantir a integralidade da assistência à saúde.

Neste sentido, a região do Meio Oeste de Santa Catarina, por meio da Regional de Saúde de Joaçaba, deu inicio ao processo de construção da Rede de Atenção às Urgências e Emergências desta região. Assim sendo foi introduzido na rede da região a Unidade de Pronto Atendimento, sendo aprovado e homologado por portaria ministerial.

Em 2013 o Ministério da Saúde possibilita os municípios contemplados com UPAs em 2009 a solicitarem apoio financeiro para aquisição de equipamentos. Assim sendo o município fez o projeto e foi aprovado, mas o recurso não foi enviado.

Em 2014 a obra foi concluída e vistoriada pela equipe técnica do Ministério da Saúde, a qual estabeleceu prazo para abertura dos trabalhos. Diante do prazo de 30 de setembro de 2014, a Secretaria Municipal de Saúde deu inicio aos trabalhos de preparação da equipe e da estrutura funcional.

Vale ressaltar que foi imprescindível o apoio da Câmara de Vereadores com apoio financeiro e com a aprovação das leis de criação do respectivo serviço e com a denominação da UPA “Remi Alécio Mascarello”. 

Frente ao acanhado prazo, o município não mediu esforços para cumpri-lo e desta forma, fez todos os encaminhamentos para aquisição de equipamentos, com recursos do tesouro municipal, e a contratação de pessoal de provimento efetivo.

Paralelamente a este trabalho, deu-se inicio as negociações com os municípios de abrangência da UPA. Após diversas discussões e análise dos possíveis custos e receitas, decidiu-se pela proposta de contribuição financeira de R$1,50 per capita pelo prazo de reavaliação dos custos e pela demanda de atendimentos de cada município. 

Em 30 de setembro de 2014  deu-se inicio as atividades da Unidade de Pronto Atendimento “Remi Alécio Mascarello” no município de Herval d’ Oeste.

UPA 24 Horas

A Unidade de Pronto Atendimento - UPA 24h é um estabelecimento de saúde de complexidade intermediária situado entre a Atenção Básica à Saúde e a Rede Hospitalar, onde em conjunto com esta, compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências.

A UPA integra a rede de urgência e emergência da macro região do Meio Oeste Catarinense Cada serviço desta rede tem um papel específico na rede SUS, com diferentes perfis de atendimento. Essa segmentação é necessária para distribuir os pacientes entre as unidades conforme o grau de complexidade dos quadros, evitando assim sobrecarga de algumas, reduzindo o tempo de espera e permitindo que os hospitais possam se dedicar aos casos de maior gravidade e traumas, ou seja, a UPA avalia todos os pacientes e prioriza os atendimentos de urgência. O principal objetivo desta Unidade é concentrar o atendimento aos pacientes menos graves, e também alguns de maior gravidade, para que os hospitais possam se dedicar àquelas situações em que haja risco iminente de morte.

         A UPA trabalha com a política de acolhimento e classificação de risco e atende de acordo com a necessidade de cada cidadão. Na entrada da Unidade, o paciente é avaliado por profissionais, que analisam os casos individualmente. Os que estão em estado mais grave são atendidos antes dos menos graves, independentemente da ordem de chegada.

O que é Acolhimento e Classificação de Risco?

A Portaria 2048 do Ministério da Saúde propõe a implantação nas unidades de atendimento de urgências o acolhimento e a classificação de risco. De acordo com esta Portaria, este processo “deve ser realizado por profissional de saúde, de nível superior, mediante treinamento específico e utilização de protocolos pré-estabelecidos e tem por objetivo avaliar o grau de urgência das queixas dos pacientes, colocando-os em ordem de prioridade para o atendimento” (BRASIL, 2002). Estabelece mudanças na forma e no resultado do atendimento do usuário do SUS. Possibilita a ampliação da resolubilidade ao incorporar critérios de avaliação de riscos, que levam em conta toda a complexidade da saúde/ doença, o grau de sofrimento dos usuários e seus familiares, a priorização da atenção no tempo, diminuindo o número de mortes evitáveis, sequelas e internações. A Classificação de Risco deve ser um instrumento para melhor organizar o fluxo de pacientes que procuram as portas de entradas de urgência/emergência, gerando um atendimento resolutivo e humanizado.

É importante ressaltar que NÃO É UM INSTRUMENTO DE DIAGNÓSTICO DE DOENÇA. DETERMINA A GRAVIDADE DO PACIENTE E A PRIORIDADE DE ATENDIMENTO. NÃO PRESSUPOE EXCLUSÃO DE ATENDIMENTO. 

O que é preciso para ser atendido:

ü  Os pacientes deverão comparecer às UPAs, preferencialmente, portando documento de identidade e Cartão Nacional de Saúde;

ü  Os casos graves serão atendidos independentemente da documentação;

ü  Os pacientes menores de idade deverão estar acompanhados do responsável, munidos de documento de identidade;

ü  As crianças que ainda não possuem documento de identidade poderão levar cópia da certidão de nascimento ou a carteira de vacinação.

Missão:

Promover a saúde da população, com assistência humanizada, com agilidade e qualidade, buscando a satisfação de suas necessidades.

Visão:

Ser reconhecida pela excelência na assistência e acolhimento, na gestão e no fortalecimento do SUS.

Valores:

Ética, respeito, lealdade, resolubilidade, humanização, profissionalismo, comprometimento e satisfação

 Quais os municípios que pertencem a área de abrangência da UPA?

Agua Doce, Catanduvas, Erval Velho, Herval d’ Oeste, Ibicaré, Jaborá, Joaçaba, Lacerdópolis, Luzerna, Treze Tílias e Vargem Bonita.

 

Qual a localização da UPA 24 hs?

Rua Santos Dumont nº 1400, Bairrro São Vicente, Herval d’ Oeste/SC

 

Qual a média de atendimentos realizados pela UPA 24hs “Remi Alécio Mascarello”?

Mês

2014

2015

2016

2017

Janeiro

-

3.549

3.964

 

Fevereiro

-

3.314

3.617

 

Março

-

4.095

3.799

 

Abril

-

3.794

3.866

 

Maio

-

4.462

3.850

 

Junho

-

4.625

3.730

 

Julho

-

4.020

4.468

 

Agosto

-

3.785

3.586

 

Setembro

-

3.699

3.776

 

Outubro

2.758

3.877

 

 

Novembro

2.950

3.764

 

 

Dezembro

3.170

3.947

 

 

 

 

Agradecimentos:

À

Administração Pública de Herval d´Oeste (todas as Secretarias e Servidores);

Administração Pública de Erval Velho

Administração Pública de Jaborá

Administração Pública de Joaçaba

Administração Pública de Luzerna

Administração Pública de Lacerdópolis

Administração Pública de Vargem Bonita

Aos parceiros

Hospital São Roque de Luzerna

Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba

Hospital    Nossa senhora de Fátima de Erval Velho

Hospital Dr. Jose Atanásio de Campos Novos

Central de Regulação de Leitos  do meio Oeste de Santa Catarina

Regional de Saúde de Joaçaba 

Serviço Móvel de Urgência e Emergência – SAMU da Região do Meio Oeste de Santa Catarina

Corporação do Corpo de Bombeiros de Herval d’ Oeste

Polícia Militar

 Fonte: Administração Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas "Remi Alécio Mascarello"

Rua Santos Dumont , nº 1400 - Bairro São Vicente 

Telefone: 49 3522 7432

e-mail : upa24hs@hervaldoeste.sc.gov.br  

                      upa24hs@yahoo.com.br 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Localização